Guia para o Matrimónio

  • Diálogo dos Noivos com o Pároco

    O diálogo com o Pároco deve ser feito no horário e sala do Atendimento Pastoral. O horário está disponível na secção Horários.

  • Processo Canónico

    O preenchimento de formulários para dar início ao Processo Canónico tem lugar no Cartório. O horário de funcionamento do Cartório está disponível na secção Horários.

  • CPM (Preparação para o Matrimónio)

    O Curso de Preparação para o Matrimónio é realizado anualmente e são de frequência única antes da celebração do Matrimónio. As datas para o ano de 2019 ainda não foram definidas.

  • Celebração

    A celebração do Matrimónio na Igreja Paroquial de Caldas da Rainha – Igreja de Nossa Senhora da Conceição – realiza-se aos Sábados, em hora a combinar e de acordo com a disponibilidade do espaço.

O Sacramento do Matrimónio

1601. «O pacto matrimonial, pelo qual o homem e a mulher constituem entre si a comunhão íntima de toda a vida, ordenado por sua índole natural ao bem dos cônjuges e à procriação e educação da prole, entre os baptizados foi elevado por Cristo Senhor à dignidade de sacramento». [do Catecismo da Igreja Católica]

Centro de Preparação para o Matrimónio

As próximas sessões CPM, em Caldas da Rainha, ocorrerão, nas instalações do Centro Pastoral, nos dias 06, 13, 14 e 20 de Abril (às 21H00) e 21 de Abril de 2018 (às 17H00) [datas actualizadas para o ano de 2018]. Os noivos, interessados em participar, podem obter mais dados através dos respectivos párocos ou através do “email” cpmcaldasdarainha@gmail.com. Outras informações em www.cpm-portugal.pt.

O CPM (Centro de Preparação para o Matrimónio) é um serviço da Igreja Católica que tem como finalidade principal a promoção de sessões de preparação de noivos para o matrimónio, através de uma pedagogia e metodologia próprias, baseadas na revisão de vida e no testemunho vivencial de casais católicos, assistidos por sacerdotes e apoiados na reflexão e diálogo conjugais.

Tendo nascido em Grenoble – França, em 1956, por se ter verificado que os casais tinham muita dificuldade em dialogar e, sobretudo, em saber escutar o outro, implantou-se em Portugal, em 1960, e rege-se por estatutos aprovados pela Conferência Episcopal Portuguesa, orientando a sua actividade pelas normas por esta emanadas.

O CPM pretende ajudar os noivos a preparar o seu matrimónio, a reflectir sobre o seu noivado e a dialogar sobre a validade das suas ideias e dos seus comportamentos, de modo a:
• Despertar ou fazer crescer a fé em Jesus Cristo;
• Validar as suas ideias e os seus comportamentos, principalmente através do testemunho de outros noivos e casais;
• Fazer a aprendizagem de diálogo entre os dois;
• Reflectir sobre situações que afectam a harmonia das relações entre os elementos do casal, de modo a desenvolver formas de superação dessas situações;
• Desenvolver atitudes e valores que desencorajem o recurso ao divórcio e ao aborto, contribuindo para a estabilidade da família;
• Formar, no âmbito do planeamento familiar, capacitando os novos casais, no sentido de uma paternidade consciente e responsável.